Domingo, 09 de Maio de 2010

Dia Mundial das Aves Migratórias

 

9 de Maio

 

 


O Dia Mundial das Aves Migratórias foi criado para homenagear um dos mais grandiosos fenómenos da Natureza. No entanto, as celebrações deste dia têm vindo a ser ensombradas pelo número crescente de estudos e relatórios indicando que as populações destas aves estão em declínio à escala mundial.

 

 



 

 

A Organização das Nações Unidas declarou 2010 como o Ano Internacional da Biodiversidade. A diversidade biológica do nosso planeta é muito rica e surpreendente pois é o resultado de bilhões de anos de evolução que forma a complexa teia da vida da qual fazemos parte e na qual somos totalmente dependentes. A humanidade depende dessa diversidade, porque ela fornece-nos alimentos, combustíveis, remédios e outros itens essenciais.

 

 

 

 

Devido às actividades humanas há muitas espécies que estão em extinção. A actual taxa de extinção é mil vezes mais rápida que a habitual. Normalmente, extinguia-se uma ave por cada século, mas durante os últimos trinta anos, 21 espécies de aves desapareceram. No momento, 192 aves são classificadas como “Criticamente em Perigo”, como resultado da perda de habitat, caça, poluição, alterações climáticas, perturbação humana e outras.

 

 

 

 

Portugal abriga anualmente centenas de milhares de aves migratórias durante a época de reprodução ou como local de paragem entre o norte da Europa e o continente Africano. Áreas como os estuários do Tejo e do Sado, as rias Formosa e de Aveiro, as lagoas costeiras de Santo André e dos Salgados ou as arribas costeiras dos Açores e da Madeira são todos os anos colonizados por milhares de aves aquáticas migratórias de dezenas de espécies diferentes, muitas delas ameaçadas e com populações cada vez mais reduzidas.

 

 

 

 

Para salvar as aves migratórias tem-se que conservar os seus habitats, porque os pássaros são encontrados quase em toda parte do mundo, existindo mais de 10.000 espécies identificadas. Se uma espécie de ave torna-se ameaçada de extinção é um sinal claro que as condições, do próprio ecossistema, mudaram e que as outras espécies que dependem deste ecossistema podem estar a ser afectada também. Proteger todas as espécies, é essencial, porque uma espécie ao extinguir-se afecta todo ecossistema.

 

 

 

 

"Vamos salvar as aves migratórias em perigo – afinal de contas todas as espécies são importantes!"

 

 

 

Migratórias
publicado por escolaverde às 00:00


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21

23
25
26
27
28

30
31


Últ. comentários
bom trabalho
Gostei muitos de poder ajudar a fazer este trabalh...
Gostei muito do nosso trabalho obrigado a quem gos...
Gostei muito do trabalho elaborado pela nossa turm...
Quero agradecer o texto ,pois estamos todas de par...
Muito obrigado pela oportunidade que nos deram. e ...
Gostei muito do nosso trabalho obrigada por terem ...
Gostei muito do nosso trabalho obrigado por também...
Eu gostei muito do nosso trabalho. Obrigada por t...
Muito giro o nosso trabalho. Obrigada a toda gente...