Terça-feira, 16 de Dezembro de 2014

Palmeiras.png

 

Um problema menor. É assim que os ambientalistas definem a praga do escaravelho vermelho que se instalou nos últimos sete anos por todo o território português. “Não se pode comparar o impacto causado pela praga das palmeiras com o impacto do nemátodo do pinheiro, por exemplo, ou com os problemas que afectam o montado de sobro, que têm grandes consequências económicas para o país”, considera o especialista em florestas da Quercus, Domingos Patacho. 

O facto de o escaravelho vermelho apenas atacar, até ao momento, as palmeiras, espécies ornamentais e exóticas, leva o ambientalista a defender que “o Estado não deve afectar grandes recursos a lutar contra esta praga”: “Há problemas mais prementes como o nemátodo da madeira do pinheiro e as doenças associadas ao declínio do montado de sobro. Aí sim, os investimentos deveriam ser maiores”, diz Domingos Patacho, acrescentado que os custos “demasiado elevados” dos tratamentos, incomportáveis para muitos proprietários, são outro dos problemas.

publicado por escolaverde às 09:26


mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

17
18
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Últ. comentários
bom trabalho
Gostei muitos de poder ajudar a fazer este trabalh...
Gostei muito do nosso trabalho obrigado a quem gos...
Gostei muito do trabalho elaborado pela nossa turm...
Quero agradecer o texto ,pois estamos todas de par...
Muito obrigado pela oportunidade que nos deram. e ...
Gostei muito do nosso trabalho obrigada por terem ...
Gostei muito do nosso trabalho obrigado por também...
Eu gostei muito do nosso trabalho. Obrigada por t...
Muito giro o nosso trabalho. Obrigada a toda gente...